Artigo

Artigos

Festas Escolares

As festas escolares são eventos, na sua grande maioria, destinadas à integração da comunidade escolar. Porém, o objetivo principal das festas escolares não é apenas proporcionar momentos de lazer para comunidade. Elas possuem uma ligação pedagógica que está sempre vinculada à característica cultural e social de cada evento. As festas recebem atenção especial nas aulas […]


Em 29 de outubro de 2018

Compartilhar este artigo

As festas escolares são eventos, na sua grande maioria, destinadas à integração da comunidade escolar. Porém, o objetivo principal das festas escolares não é apenas proporcionar momentos de lazer para comunidade. Elas possuem uma ligação pedagógica que está sempre vinculada à característica cultural e social de cada evento. As festas recebem atenção especial nas aulas que as antecedem, como por exemplo, criando relações dos eventos com conteúdo informativo dentro das disciplinas, trazendo mais envolvimento dos alunos e proporcionando a aprendizagem. As celebrações como a Festa Junina, Dia do Índio, Festa da Lanterna, Dia da Integração, Dia Esportivo, Festa do Bazar, dia Nacional da Suíça, entre outros, servem, principalmente, para o fortalecimento do conhecimento.

Contudo, no passado, as festas escolares não compreendiam esses mesmos objetivos. Conforme artigo1 publicado na II CONEDU (Congresso Nacional de Educação), alguns fatos relevantes envolvem a história das festas escolares no Brasil:

“As festas escolares entre 1890 e 1930 como vitrines dos ideais republicanos: Pela República, pela Pátria e pela Felicidade. As festas serviam como uma vitrine dos ideais republicanos”.

“As festas escolares dos anos de 1930, 1940 e 1950 como espetáculos do poder: celebrações do trabalho e do amor à Pátria, junto às massas. Os anos de 1930 a 1950 foram marcados pelos princípios do trabalho, amor à Pátria e as massas rumo ao progresso do País”.

“As festas escolares entre os anos de 1960, 1970 e 1980: instrumento do Estado para a regulação da ordem política e da submissão às regras. Os festejos escolares serviram, nesse período, como instrumento do Estado para a regulação da ordem política e da submissão as regras”.

“As festas escolares dos anos de 1990 aos dias atuais: …Sobre as festas nos anos mais recentes, podemos apontar que as festas que ainda permanecem nas escolas são, basicamente, as religiosas, como a festa Junina e a festa da Páscoa. Embora haja os registros do dia das Mães e dos Pais…”.

Em seu calendário, o Colégio Suíço-Brasileiro de Curitiba possui diferentes eventos que proporcionam a integração das famílias com a escola. Um dos maiores eventos é a Festa Junina, que contempla costumes e a cultura brasileira. As danças e comidas típicas fazem parte de um dia inteiro de muita animação, com participação de bandas e brincadeiras. Outra grande festa no Colégio é o Bazar que acontece no mês de novembro. Nessa festa, a cultura Suíça aparece em destaque. Nos últimos anos, nesse evento, o Colégio Suíço-Brasileiro tem homenageado países com apresentações de danças, muita diversidade na culinária e a decoração temática que é feita com a participação dos alunos. Os Países lembrados até o momento foram a Suíça, em 2015; o Japão, em 2016; a Itália, em 2017; e no ano de 2018, serão os países africanos que têm português como língua oficial.

Outras festas específicas acontecem durante o ano, cada uma com sua importância e brilho próprio e igualmente preparados com toda a dedicação e cuidado que o Colégio, pais, professores, alunos, funcionários e colaboradores merecem, sendo perceptível a evidência do espírito de equipe e união entre todos os envolvidos.

 

1http://www.editorarealize.com.br/revistas/conedu/trabalhos/TRABALHO_EV045_MD1_SA1_ID5489_06092015160110.pdf